AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Redes Sociais, o marketing da vida e da política

Publicado em:07/11/2016

 A cada dia no Brasil surgem novos mitos da comunicação. E não se trata de PHD’s em semiótica, e sim brilhantes blogueiros, youtubers e influenciadores digitais que surgem através de um fato inédito, ou não, e se tornam verdadeiros empreendedores digitais. É quase uma mágica. Simplesmente ficam famosos, não porque apareceram num importante programa na TV, mas simplesmente porque conquistaram uma multidão de fãs e seguidores pela internet e passam a impactar milhares de pessoas em segundos, tornando-se verdadeiros formadores de opinião.

O mundo virtual está em fase crescente, e é ainda um campo a se explorar. A internet se transformou em um lugar onde a inovação e as ideias ultrapassam limites. Diversas ferramentas formam hoje o mundo digital, os mais famosos: facebook, instagram, twitter, WhatsApp e assim vai... e, em algum deles “todos” nós vivemos. E fala a verdade, é o máximo!

Crianças, adolescentes, jovens, adultos, pessoas na melhor idade. Todos estão de alguma forma, conectados ao mundo digital. O grande desafio é...como as pessoas que estão no mundo da política, vão usar favoravelmente as redes sociais. Senadores, deputados, prefeitos, vereadores, enfim...em todas as funções cabe participar do mundo digital, isso faz parte do nosso presente e se fortalece cada dia. Certamente viveremos em tempos pós-modernos ainda mais tecnológicos. Mas a questão é o presente. Muito se dizia que as redes sociais seria o grande diferencial das eleições 2016. Ainda não conheço nenhum tipo de estudo que mostre uma avaliação do pleito que acabamos de passar. Porém minha experiência me permite dizer que houve candidatos que, com muita eficiência souberam fazer as redes sociais se transformarem em votos e hoje estão eleitos prefeitos ou vereadores por “culpa” da sua presença na internet.

Essa é a maior finalidade das redes sociais em tempos de campanha política. Seu uso deve ser estrategicamente pensado, pois tudo que se “joga” nas redes, pode um dia se voltar contra você. Por exemplo, em tempos não tão distantes, as propostas de um candidato eram divulgadas nos veículos tradicionais de comunicação. Após um ano, ninguém guardou nada de papel para depois cobrar do seu candidato eleito. Porém o que foi publicado nas redes sociais, pode muito bem ser recuperado e como eu disse, se voltar contra você, caso a promessa de campanha não se cumpra.
Na minha opinião o bom uso das redes para políticos, está na simplicidade e principalmente em não deixar para usá-las apenas chegando perto da eleição. Se em 2018 você quer ser candidato, comece já! Dicas importantes: Faça amigos nas redes, interaja o máximo possível, trabalhe com uma equipe especialista e reserve tempo para essas tarefas, isso fará a diferença.

Seja para o cargo no legislativo ou no executivo, o dono da página no facebook precisa mostrar ali que tem vida pessoal, mostre quem é você além do político, o cidadão, o pai, filho, esposo, o amigo, enfim... Ferramentas como facebook, instagram e Twitter podem servir para você mostrar aos eleitores e seguidores que antes de ser um senador, deputado, prefeito ou vereador, você é sim, uma pessoa normal. Não esqueça de Whatsapp ele pode formar um exército favorável a sua campanha.

As redes também estão sendo exploradas pelos Partido Políticos. Isso é fenomenal. No site podemos encontrar, por exemplo, uma biblioteca virtual, mas são nas mídias sociais que trabalhamos a melhor ferramenta de comunicação para divulgar as ações partidárias, bandeiras, defesas e suas causas. As redes sociais estão aí para serem usadas, mas volto a dizer, usadas de maneira estratégica.

Sua rede social pode se tornar sua pesquisa diária, sua alavanca de relacionamento e exposição. Essa é a realidade. Esteja presente nas redes, mas não deixe de estar presente nas ruas e mesclar as duas coisas. Na política ganha mais quem está perto das pessoas e nesse aspecto, o mundo virtual é ainda mais importante. O mundo real ainda é sensacional e provavelmente continuará sendo. Já a internet é outro mundo, ainda mais incrível, que se usada da forma correta, trará resultados extraordinários.


Denise Silva – jornalista, especialista em comunicação digital.


Enviar por e-mail