AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Projeto inovador na administração do progressista Odelmo Leão garantirá água para mais 1,5 milhões de habitantes

Publicado em:28/06/2017

 O Sistema de Captação e Tratamento de Água Capim Branco irá potencializar o serviço oferecido pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) de Uberlândia, garantindo o abastecimento e a ampliação da oferta de água em Uberlândia. Para atender a esse propósito e, consequentemente, às necessidades da população, o prefeito Odelmo Leão, do Partido Progressista, e sua equipe trabalham ininterruptamente nas obras. Na segunda quinzena de junho, teve inicio mais uma etapa da concretagem do tanque de decantação a ser instalado na área.

A obra do Sistema de Produtor de Água Potável Capim Branco, às margens do rio Araguari, foi projetada na última gestão do prefeito Odelmo Leão (2012), e vai permitir, após a conclusão de sua 1ª etapa (prevista para o início de 2019), o abastecimento de água para mais 500 mil habitantes. Interligada às estações já existentes – Sucupira e Bom Jardim – garantirá abastecimento a 1,5 milhão de pessoas.

Esse resultado mantém assim o compromisso do prefeito Odelmo Leão com a qualidade e fornecimento de água à população. “É uma obra de grande importância para Uberlândia, tanto para nosso povo, quanto para as indústrias ou empresas que queiram se instalar aqui. Trabalhamos para fazer com que nossa cidade seja considerada ainda mais capaz de receber grandes projetos e empreendimentos porque tem potencialidades não apenas em localização, mas também em infraestrutura e qualidade de vida”, expôs o prefeito.

O projeto

O Sistema de Captação de Água de Capim Branco começou a ser pensado ainda na década de 90, quando o então prefeito Virgílio Galassi firmou um convênio com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para possibilitar a captação de água do Rio Araguari. Naquela época ainda não existia o atual sistema de outorga e foi exatamente esse convênio que assegurou ao município de Uberlândia o direito a usar essa água quase 30 anos depois da assinatura, firmada em 10 de abril de 1991.

O projeto concebido por Galassi previa a captação, inicialmente, na represa de Miranda e alertava para a distância e o desnível entre a usina e o município deixando claro que um estudo de viabilidade técnica apontaria a melhor solução. Após análise, optou-se pela captação na represa de Capim Branco. Como o pedido do ex-prefeito era para o Rio Araguari, a única mudança foi o local de captação, que não afetou a disponibilidade hídrica do curso d’água.

O prefeito Odelmo Leão então deu continuidade ao projeto, adequando às condições atuais e, ao final do seu segundo mandato, em 2012, deixou pronto – com dotação orçamentária – para iniciar a execução. “O prefeito Virgílio foi um homem visionário, que pensava e se preocupava não somente com o presente, mas com o futuro. Graças a essa capacidade de gestão dele é que viabilizamos esse projeto”, destacou o prefeito Odelmo Leão.


Enviar por e-mail