AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Progressista Ana Amélia aceita convite para ser vice na chapa de Alckmin

Publicado em:03/08/2018


A senadora progressista do Rio Grande do Sul Ana Amélia Lemos aceitou o convite para compor a chapa de governo do pré-candidato à presidente da República Geraldo Alckmin, do PSDB, como vice-presidente. O convite foi confirmado nesta quinta-feira (2), reforçando a participação da mulher progressista na corrida presidencial de 2018.
Ana Amélia afirmou que entrou na política para ajudar a mudar o cenário de seu Estado e País. “O Brasil está diante de um dos momentos mais graves da sua história e é justamente nessa hora que não podemos cruzar os braços. Continuarei sendo a mesma Ana Amélia, senadora independente e transparente. Creio que como pré-candidata a vice-presidente, a minha voz terá mais alcance”.
Ao confirmar o convite feito à Ana Amélia, o pré-candidato à presidente Geraldo Alckmin, afirmou que o Progressistas é um partido que tem forte atuação das mulheres, elevando a política com a garra e a sensibilidade feminina. “No Piauí, há atuação da Margarete Coelho e Iracema Portella, no sul há a governadora Cida Borghetti e a senadora Ana Amélia, e isso é muito importante, pois elas elevam a política e esse é o Brasil que nós queremos, fazendo um grande esforço coletivo. A senadora é uma das melhores do Brasil, escolhida ano a ano como exemplo de parlamentar e representante da força das mulheres”, afirmou.
Geraldo Alckmin participou da Convenção Nacional do Progressistas, realizada nesta quinta-feira (2), no auditório Nereu Ramos, da Câmara dos Deputados. Alckmin ressaltou que o Brasil quer ser progressista, com crescimento, emprego e oportunidades para a população. “Vamos trabalhar juntos e unidos nesse momento histórico do País”. O pré-candidato também destacou que o apoio do Progressistas será essencial na reconstrução do Brasil.

Atuação
Ana Amélia é gaúcha de Lagoa Vermelha, Rio Grande do Sul. Formada em Comunicação Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS), deixou o jornalismo depois de quase 40 anos trabalhando nessa área. No dia 15 de março de 2010, abriu mão do ofício para concorrer pela primeira vez a um cargo eletivo. Foi eleita senadora pelo PP/RS com 3.401.241 votos.
Nos primeiros anos de mandato, foi escolhida pelos jornalistas no prêmio Congresso em Foco entre os dez melhores senadores de 2011, 2012, 2013 e 2015 (em 2014 e 2016 não houve premiação) além de ser indicada entre os cinco melhores parlamentares em outras categorias do prêmio (defensora dos municípios, em 2011; defensora dos servidores públicos e dos aposentados e defesa do consumidor, em 2012; parlamentares que mais atuam em defesa da educação, em 2013; e entre os cinco parlamentares que mais atuaram em defesa do setor agropecuário, em 2015).
Foi indicada entre os 100 parlamentares mais influentes do Congresso Nacional pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) em 2012, 2013, 2014, 2015 e 2016. Em 2013, também foi apontada pelo Diap como a parlamentar mulher mais influente no Congresso Nacional. Ficou na 18ª colocação entre todos os 594 parlamentares e foi apontada também como a mais influente entre os 34 gaúchos no parlamento.
Atualmente, a senadora Ana Amélia está na segunda colocação no Ranking Políticos, levantamento que avalia a produção legislativa de todos os 594 congressistas (senadores e deputados).
Entre outros reconhecimentos, a parlamentar também foi agraciada com premiações pela sua atuação em defesa do combate à corrupção por entidades como a Associação Nacional do Ministério Público (Conamp) e a Polícia Federal.
Desde 2013, Ana Amélia é presidente da Fundação Milton Campos, instituição de formação política do Progressistas.


Enviar por e-mail