AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Maringá avança economicamente com qualidade de vida

Publicado em:22/10/2016

 Com apenas 69 anos de fundação, Maringá acumula conhecimento e experiências que se tornaram exemplo para muitos outros municípios, alguns mais populosos, muitos centenários e até várias capitais. E uma das experiências mais “exportadas” e elogiadas de Maringá envolve a união do poder público e da sociedade civil organizada nas decisões de planejamento e aplicação dos projetos socioeconômicos do município.

Essa experiência de ouvir a comunidade é um dos fatores que impulsionaram outras inovações na gestão, com grande reflexo na vida das pessoas. Nos últimos anos Maringá avançou em todos os sentidos. A Cidade Canção está entre os melhores municípios do Brasil em vários aspectos, a começar pelo planejamento, uma marca desde a fundação da cidade.

Com quase 400 mil habitantes, Maringá é considerado o primeiro município do Brasil em planejamento urbano, segundo a consultoria Urban Systems/Revista Exame, e a quarta melhor cidade do país pela Austin Ratings/Revista Isto É. Conquistou ainda o título de primeira cidade do Brasil em responsabilidade social, primeira do Paraná e oitava do país para criar os filhos, quinta no combate à mortalidade infantil e primeira do estado em gestão fiscal.

Esse envolvimento da sociedade civil organizada e poder público, que transforma planejamento em resultados e desperta o interesse de gestores de todo o Brasil, alcançou a condição de chamar a atenção do mundo para Maringá. Atualmente está sendo desenvolvido pela sociedade civil organizada um macroplanejamento para quando Maringá completar 100 anos, o
Masterplan.

Com planejamento, responsabilidade, transparência e uma gestão eficiente, Maringá se destaca como o segundo município do Paraná em gestão fiscal segundo o índice Firjan, comprovando a eficiência na aplicação dos recursos em benefício da população. Maringá também é o município que mais investe recursos próprios
por habitante no Sul do Brasil, mantendo uma média de investimento acima de 20% do orçamento anual do município.

Atualmente são mais de 80 obras em andamento em todas as regiões da cidade, principalmente nas áreas da saúde, educação e mobilidade urbana. Muitas delas com recursos federais e contrapartida do município. Somente nos últimos quatro anos foram investidos mais de R$ 175 milhões em obras com recursos federais, que beneficiaram a comunidade, entre elas estão obras de infraestrutura como viadutos, drenagem e pavimentação, além de unidades de ensino, equipamentos esportivos para a Vila Olímpica,unidades habitacionais e da assistência social.

O prefeito Roberto Pupin (PP) vai deixar como legado principalmente a reestruturação da Educação. “Entregamos praticamente todas as mais de 100 unidades de ensino de Maringá modernizadas, além de novas unidades que geraram milhares de vagas para atender a demanda principalmente para crianças menores de 3 anos. Implementamos o Inglês nas escolas para todos os alunos do Ensino Fundamental a partir do primeiro ano e o Ensino Integral atendendo mais de 20 mil crianças”, afirmou.

Essa nova visão priorizando a Educação rendeu para Maringá uma posição excelente quanto aos índices do Ideb. Maringá atingiu já em 2014 a nota prevista para 2021 e em 2015 as metas previstas para 2024.

Na Saúde Maringá também é referência com a implantação do Sistema Gestor Saúde, um projeto de informática que unifica todas as informações referentes ao paciente. Além de contribuir com a boa gestão dos recursos para a área em Maringá, a ferramenta é indicada pelo Ministério da Saúde como modelo para ser utilizado em outros municípios do país.


Enviar por e-mail