AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Conceição Sampaio insere o Amazonas como prioridade no Plano de Enfrentamento das Hepatites

Publicado em:28/09/2017

O Estado do Amazonas será priorizado no Plano de Enfrentamento das Hepatites Virais do Ministério da Saúde, que começará a imunizar a população nos próximos meses. A confirmação foi dada pelos representantes do MS, após audiência pública realizada  nas comissões de Seguridade Social e Família (CSSF) e de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia (Cindra), da Câmara Federal, em Brasília.

A audiência foi realizada a pedido da deputada federal Conceição Sampaio (PP-AM), por meio dos requerimentos (nº. 532, 547 e 143). Foram convidados para audiência o representante do Ministério da Saúde, Adele Benzaken, e o médico da Fundação Hospital Adriano Jorge, Sidney Chalub.

De acordo com a deputada, mesmo com os recursos modernos de diagnóstico, prevenção e tratamento, as hepatites virais continuam sendo um grave problema de saúde pública. “Foi um debate importante, pedimos ao MS para trazer o plano para o Amazonas. E o mais importante foi colocar o Amazonas como prioridade nesse enfrentamento. O mundo todo está preocupado com a doença e com a imunização, então a vacina precisa ser prioridade para a região”, afirmou Conceição.

Ela lembra ainda que a hepatite D é mais incidente na região amazônica, devido ao alto número de casos do tipo B da doença, e por isso, é tão importante essa atenção por parte do governo federal. Durante a audiência, o MS trouxe informações que 410 novos casos foram registrados no Amazonas de 1º de janeiro a julho deste ano.

Plano

O plano de enfrentamento às hepatites consiste em estratégias direcionadas para a vigilância epidemiológica, prevenção, assistência e articulação com a sociedade civil, além de forte empenho em comunicação, para levar informações à população. O trabalho do MS também pretende mapear a oferta de serviços de saúde para prevenção, diagnóstico e tratamento; identificar o itinerário terapêutico para ações efetivas; e incrementar ações para a vigilância epidemiológica das hepatites B, C e D; incentivar a ampliação da cobertura vacinal e estimular ações para reduzir a transmissão vertical da Hepatite B é outro item relevante das ações que estão sendo planejadas.

*Assessoria Parlamentar



Enviar por e-mail