AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO
PARTIDO PROGRESSISTA


Câmara entrega Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós 2017

Publicado em:27/10/2017

    A Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, entregou nesta quinta-feira (26), em sessão solene no Plenário Ulysses Guimarães, o Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós 2017.
    A premiação contempla mulheres que, no País, tenham contribuído para o pleno exercício da cidadania, na defesa dos direitos da mulher e em questões do gênero.
Foram agraciadas neste ano:
- a advogada Daniela Rodrigues Teixeira
- a cantora Elza da Conceição Soares
- a promotora de justiça do Estado de São Paulo Maria Gabriela Prado Manssur
- a médica Marina Kroeff
- a líder comunitária Raimunda Gomes da Silva
    As deputadas Shéridan (PSDB-RR), presidente da comissão, e Laura Carneiro (PMDB-RJ), 1ª vice-presidente do colegiado, solicitantes da sessão, destacaram as homenageadas e o prêmio.
    “São cinco cidadãs que representam, com brilhantismo e coragem, a necessidade de abrirmos cada vez mais espaço às nossas mulheres”, afirmou Shéridan.
    “O diploma nos permite homenagear supermulheres e mostrar a importância de mudar a estrutura da sociedade brasileira”, acrescentou Laura Carneiro.
Mulheres inspiradoras
     Em mensagem enviada ao Plenário, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também enalteceu a relevância das premiadas. “As homenageadas, em suas diferentes áreas, podem servir como inspiração para muitas jovens participarem ativamente da vida pública”.
    Maia disse ainda que a equiparação de direitos e respeito à mulher são essenciais para o desenvolvimento social e político do País.
Direitos humanos
    Daniela Rodrigues Teixeira, uma das homenageadas, salientou que todas as indicadas buscam a construção de uma sociedade mais justa.
    Ela lamentou, no entanto, que seja necessário existir uma premiação para reconhecer as lutas femininas. “Eu queria viver em um país onde não fosse preciso dar um prêmio a nenhuma dessas honradas mulheres, onde pudéssemos ser, simplesmente, humanos. Direitos humanos se aplicam a homens, mulheres e crianças”, comentou.
Primeira deputada federal
    Carlota Pereira de Queirós (1892-1982) nasceu na cidade de São Paulo. Médica, escritora, e pedagoga, foi a primeira mulher brasileira a votar e ser eleita deputada federal. Entre 1934 e 1935, participou dos trabalhos na Assembleia Nacional Constituinte.
    Foi eleita à Câmara dos Deputados pelo estado de São Paulo em 1934. Durante o mandato, dedicou-se a ações educacionais que contemplassem melhor o tratamento às mulheres e às crianças. Ocupou o cargo até o golpe de 1937, quando Getúlio Vargas fechou o Congresso.
*Assessoria Câmara dos Deputados


Enviar por e-mail